Invertidas do yoga: o que você precisa saber sobre essas posturas

Mulher fazendo uma postura de yoga de ponta cabeça.

Você conhece as posturas invertidas do yoga? Então vem com a gente porque hoje falaremos sobre elas, seus efeitos e desafios!


Você sabe o que são as posturas invertidas do yoga? O termo pode não ser auto explicativo logo de cara, mas uma vez desvendado, certamente fica mais fácil entender do que se trata.

Segundo a parceira da Arimo e professora de Yoga, Nina Tassi, não há exatamente uma regra que defina as posturas invertidas do yoga. Mas é comum que essas posições, em sua maioria, sejam aquelas em que sua realização se dá de ponta-cabeça.

Ou seja, inverte-se a posição tradicional e, com isso, as pernas ficam acima da cabeça

E você certamente já viu algum exemplo desse tipo de asana, certo?

Talvez tenha até se intimidado por sua aparente complexidade.

Mas hoje estamos aqui para simplificar não só a ideia de execução das posturas invertidas do yoga, mas também seu conceito, benefícios e demais aspectos.

Neste guia sobre posturas invertidas do yoga, exploraremos os seguintes tópicos:

  • O que são posturas invertidas do yoga?
  • Dúvidas comuns sobre as posturas invertidas do yoga?
  • Posturas invertidas do yoga: iniciantes também podem praticar?
  • Conheça algumas posições invertidas do yoga

Segue com a gente para descobrir mais sobre esse rico grupo de asanas!

O que são posturas invertidas do yoga?

Muitas pessoas iniciantes ou que estão interessadas em começar no yoga, podem se deparar com posições aparentemente muito desafiadoras em suas pesquisas.

E as posturas invertidas do yoga podem fazer parte deste grupo, considerando que o grupo é composto por muitas posturas em que é necessário manter os pés acima da cabeça.

Quando falamos assim, pode até parecer que se trata apenas de posturas em que você fica de cabeça para baixo, mas já de início vamos desmistificar isso.

Até porque, um dos asanas invertidos mais conhecidos — até mesmo fora do yoga — é a postura da vela. E como você verá no vídeo abaixo, a também chamada Sarvangasana não propõe que você fique de ponta-cabeça.

Mas deixaremos para explorar melhor esta posição mais à frente.

O importante agora é que você entenda o básico. É difícil identificar um consenso em torno da definição de posturas invertidas do yoga. E isso ocorre porque este grupo de asanas está sujeito a interpretação de cada mestre e educador da área.

Mas, realmente, as poses em que os pés ficam acima da cabeça são parte expressiva das posturas invertidas.

Outro ponto que Nina Tassi levanta é sobre a diversidade desse grupo de posturas:

“As variações são praticamente ilimitadas. Existem vários tipos de velas, pontes, paradas de cabeças, paradas de cotovelos e paradas de mãos,” conta a instrutora.

Nada muito misterioso até aqui, certo?

Mas algumas dúvidas podem ser comuns para quem desconhece as posturas invertidas. E vamos te ajudar a sanar algumas delas. A começar sobre os possíveis benefícios a se alcançar através desses asanas.

Dúvidas comuns sobre as posturas invertidas do yoga

Para nos ajudar nessa missão, chamamos a parceira da Arimo e professora de yoga Nina Tassi.

Com seu conhecimento sobre a atividade, ela solucionou algumas dúvidas que podem surgir sobre as tais posições invertidas. 

Benefícios

Arimo: Qual é o objetivo dos asanas invertidos? Existe um benefício em comum entre essas posições?

Nina: Existem pouquíssimos estudos que buscaram comprovar cientificamente os benefícios de tais posições. Mas o que se sabe é que, durante a execução das invertidas, a pressão da coluna lombar é consideravelmente diminuída, além de provocar uma melhora do equilíbrio, da consciência corporal e fortalecimento da musculatura do core.

Nível de dificuldade

Arimo: As posturas invertidas do yoga podem parecer muito desafiadoras para algumas pessoas. Essa impressão é, de fato, real?

Nina: As invertidas têm sua especificidade, assim como as posições de equilíbrio ou de flexibilidade e, portanto, podem ser mais facilmente realizadas por algumas pessoas.

É algo bastante individual, envolvendo consciência corporal, força na musculatura do core e vontade de estar de ponta cabeça. Falo de “vontade” porque muitas pessoas não se sentem bem nessa posição, muitas pessoas têm medo, e está tudo bem, não é necessário realizar a invertida para ser considerado “yogue”.

Arimo: Existem asanas não-invertidos que podem ter uma execução mais difícil, se comparada com a realização das invertidas?

Nina: Apesar de os conceitos de “fácil” e “difícil” serem bem subjetivos, podemos dizer que sim, existem asanas bastante complexos que não são invertidas.

É o caso do Hanumanasana (Posição do macaco ou espacate), que exige muita flexibilidade da musculatura de membros inferiores, ou o Kurmasana (Posição da tartaruga), que requer muita mobilidade e flexibilidade de quadril, ou ainda o Bakasana (Posição do corvo), que necessita de muita força de membros superiores e de core.

Contra-indicações

Arimo: Ao pesquisar em ferramentas de busca, é comum encontrar resultados que apontam algumas contra-indicações para a execução de posturas invertidas. Uma delas chama atenção que é a de que pessoas em período de menstruação não devem apostar nesses asanas. Isso é verdade? Existe alguma outra contra-indicação para posturas invertidas do yoga?

Nina: Não existe comprovação científica de que a posição invertida atrapalhe o ciclo menstrual. O que existe são crenças e experiências pessoais, até porque a menstruação não depende da gravidade, nem é algo impuro ou tóxico que nos prejudicaria se “voltasse”. 

Algumas pessoas realizam invertidas com muita dificuldade, o que pode ser um grande desconforto durante o período menstrual. Por outro lado, muitas pessoas realizam com facilidade, e pode ser bastante prazeroso realizar uma invertida, principalmente por conta do alívio da pressão na coluna lombar.

O importante é sentir e respeitar o seu corpo, não existe contra indicação.

Mulher em um parque realizando uma postura invertida do yoga, de ponta cabeça.

Posturas invertidas do yoga: iniciantes também podem praticar?

A notícia de que não há restrições para a execução de posturas invertidas pode ter te animado a sair daqui já para praticar algumas dessas posições.

Mas vamos com calma.

Principalmente se você ainda não tem muita intimidade com o yoga e suas asanas, é preciso avaliar como essas posturas podem aparecer na sua rotina.

Então, outra dúvida que pode surgir é: iniciantes também podem praticar as posturas invertidas do yoga?

De acordo com a professora Nina Tassi, tudo depende da experiência de cada iniciante.

Isso porque “[alguns] iniciantes no Yoga podem já ter tido experiências com outras práticas corporais que lhes garantem consciência corporal e preparo físico para fazer as invertidas. Mas também pode ser que isso não seja verdade, por isso é muito importante que professor e aluno estejam atentos à singularidade de cada prática. É importante que a prática nos faça bem, de acordo com a realidade de cada um,” explica a professora de Yoga.

Caso você esteja ainda começando no yoga, então, não deixe de alinhar com quem te instrui na prática. Afinal, é essa pessoa que poderá te orientar para uma atividade segura e que corresponda exatamente aos seus objetivos, sem desrespeitar seus limites.

Conheça algumas posturas invertidas do yoga

Uma vez que você recebe a devida orientação de seu instrutor ou sua instrutora, é hora de começar a experimentar as posturas invertidas na prática.

Para este momento, te apresentamos aqui três posições que podem vir a figurar na sua rotina de yoga.

1) Sarvangasana – Postura da Vela

A Postura da Vela é, provavelmente, a primeira posição invertida que muitas pessoas praticantes de yoga experimentam.

De acordo com a professora Pri Leite, é um asana que estimula a tireóide, a próstata e órgãos abdominais durante sua execução.

Apesar de parecer uma postura de fácil realização, pode ser desafiadora para quem tem alguma dificuldade de mobilidade.

Mas no vídeo abaixo, você encontra algumas dicas de como entrar nesta posição respeitando seus limites. Mas lembre-se: cada pessoa tem suas próprias particularidades.

A forma correta e segura de realizar este e demais asanas é sempre com o auxílio e orientação de uma pessoa profissional.

2) Sirsasana – Invertida sobre a cabeça

Diferente da Postura da vela, a Sirsasana — e suas variações — são um pouco mais desafiadoras para quem não tem hábito com as invertidas.

Isso porque nesse grupo de asanas você fica não apenas de cabeça para baixo, mas também sobre a cabeça, como o próprio nome da postura indica. 

No vídeo a seguir você confere um passo a passo que pode auxiliar muitas pessoas a conseguirem realizar esse grupo de asanas.

3) Vrishkasana – Invertida sobre os antebraços ou Postura do pavão

A invertida sobre os antebraços é uma daquelas posturas que pode assustar à primeira vista.

Afinal, manter-se de cabeça para baixo, como é o caso aqui, pode ser realmente desafiador para muitas pessoas.

Mas é importante relembrar que o yoga é um caminho de desenvolvimento pessoal. E o mesmo vale para seus asanas. Pode ser que inicialmente você não consiga realizar esta postura, mas com a devida orientação, isso pode ser apenas um momento passageiro.

Confira o vídeo abaixo para entender as diferentes formas de se preparar para e entrar na Postura do pavão.


O conceito e a execução de Posturas invertidas podem ser, de fato, complexos.

Mas isso não quer dizer que precisam ser um problema para as pessoas que praticam yoga.

Converse com quem te orienta, se prepare física e psicologicamente, e descubra em primeira mão os efeitos das posturas invertidas do yoga podem ter na sua vida.


A gente sempre tem coisas legais pra te contar!

  1. Descontos exclusivos para nossa lista de emails.
  2. Enviamos conteúdos informativos.
  3. Novidades sobre nossos produtos e promoções.
  4. Enviamos poucos emails.
  5. Você pode sair da lista a qualquer momento.
  6. Respeitamos sua privacidade: não rastreamos seu email.

Cadastrar

Banner App Arimo
Banner Pinterest Arimo
Banner Instagram Arimo

Utilizamos cookies para o funcionamento de nossa loja online. Também utilizamos cookies de terceiros para personalização de experiências de anúncios nas plataformas deles.