O que é Yoga Kundalini e como praticar?

Você sabe o que é Yoga Kundalini? Neste post explicamos sobre essa modalidade que visa canalizar o fluxo de toda a energia travada em seu corpo.


Entre as muitas modalidades de yoga, existem aquelas que têm maior foco no lado espiritual trabalhado durante a prática.

E o Yoga Kundalini é exatamente esse tipo de yoga: sua proposta é canalizar o fluxo de toda energia que fica travada em alguns pontos de seu corpo.

Com isso, a pessoa praticante de Yoga Kundalini pode alcançar seu melhor potencial energético e espiritual.

Mas como esse trabalho é feito na prática?

O que torna o Yoga Kundalini tão diferente das demais modalidades?

Respondemos estas e outras perguntas ao longo deste guia teórico. Nele, você encontra também discussões acerca dos seguintes tópicos:

  • Afinal, o que é Yoga Kundalini?
  • Do que é feito o Yoga Kundalini: exercícios que compõem a prática
  • O despertar dentro do Yoga Kundalini
  • Outras particularidades do Yoga Kundalini

Vamos lá? Para começar, vamos às definições!

Afinal, o que é Yoga Kundalini?

O yoga, como um todo, tem alguns principais objetivos, como a conexão com seu eu interior e com o momento presente.

Mas cada tipo de yoga apresentará uma forma de exercício para alcançar essas finalidades — bem como suas próprias prioridades.

E no caso do Yoga Kundalini podemos dizer que o ponto principal da modalidade está em nosso fluxo interno de energia. 

Para entender melhor, no entanto, podemos observar o significado literal do termo que dá nome a este tipo de yoga.

De origem sânscrita, Kundalini significa “cobra enrolada”.

De acordo com o portal Yoga Journal “no início da religião oriental, acreditava-se que a energia divina era criada na base da espinha. Esta é a energia com a qual nascemos, e Kundalini trabalha para “desenrolar a cobra” e nos conectar a esta energia divina interior.”

A intenção é fazer com que essa energia concentrada na base da espinha flua por seu corpo em movimento de subida.

Isso porque, os exercícios do Kundalini Yoga buscam elevar essa energia pelos seis chakras acima até alcançar o Sahasrara, ou chakra coronário.Então, o Yoga Kundalini não apenas visa a conexão com o seu interior e o momento presente.

A modalidade propõe o encontro com a energia interior — à qual geralmente perdemos o acesso, quando não exercitamos esse contato — e a movimentação dela.

Além disso, o Yoga Kundalini tem como forte característica o aspecto espiritual.

Apesar de todos os tipos de yoga serem ferramentas para o equilíbrio entre corpo, mente e espírito, a Kundalini leva a espiritualidade como prioridade.

E com isso, a prática ganha expressão na individualidade. Afinal cada praticante terá um desenvolvimento e um avanço próprio e particular dentro dessa atividade.

Mas essa é uma definição muito simples e objetiva.

Por isso, é importante ressaltar que, além dos aspectos que trataremos ao longo deste texto, o Yoga Kundalini é uma prática rica em conhecimento.

Portanto, seus ensinamentos vão muito além deste guia.

Do que é feito o Yoga Kundalini: exercícios que compõem a prática

O yoga, como um todo, reúne diferentes tipos de exercícios, que geralmente são combinados de acordo com o objetivo de cada modalidade.

No caso do Kundalini Yoga, além da realização de asanas, cinco atividades são características da prática: 

  1. pranayamas
  2. mantras
  3. kiryas
  4. meditação
  5. mudras

Para quem já é iniciado em outros tipos de yoga, alguns desses termos já são conhecidos.

Mas, independente do seu conhecimento prévio, a seguir você confere uma definição básica sobre cada um desses aspectos definidores do Kundalini Yoga.

1) Pranayamas

Os pranayamas são exercícios de respiração utilizados no yoga.

Isso porque “prana” significa energia vital e “yama” quer dizer controle.

Aqui no blog já tivemos uma postagem inteirinha para falar sobre eles, onde mencionamos, inclusive, o significado do termo, que conecta perfeitamente a atividade ao Kundalini Yoga.

Então os pranayamas dentro dessa modalidade são uma ferramenta a mais para auxiliar no fluxo da energia vital no interior de cada praticante.

2) Mudras

Esse tipo de exercício também não é muito diferente dos pranayamas no que diz respeito a conexão com o Kundalini Yoga e seu foco na energia interior.

Os Mudras são gestos realizados majoritariamente com as mãos e os dedos, e eles funcionam justamente como forma de canalizar e orientar o fluxo da energia vital.

Isso porque, na cultura védica, acredita-se que nossos dedos sejam como antenas de energia, como explica Nina Tassi, instrutora de yoga e parceira da Arimo.

3) Mantras

Os mantras, por sua vez, são padrões vocais, ou seja, uma prática baseada na repetição de palavras e sons — que são considerados sagrados.

Além do alinhamento com o Kundalini Yoga nesse sentido de espiritualidade, os mantras também provocam uma vibração interna que ativa o fluxo energético.

4) Meditação

A prática de meditação, frequentemente relacionada ao yoga, trabalha o equilíbrio mental.

Essa é uma atividade que busca justamente o foco no eu interior, promovendo a quietude, tranquilidade e conexão que o Kundalini Yoga busca.

5) Kriyas

Este talvez seja o termo e prática mais estranha para quem não tem conhecimento prévio sobre o Kundalini Yoga.

Apesar do termo “Kriya” significar atividade, a palavra, na verdade, não caracteriza uma ação independente, mas sim conjuntos.

Os Kriyas são ações compostas por um exercício de respiração, uma postura e um som. É a união de pranayama, asana e mudra. 

Quem já conhece alguns dos ensinamentos do yoga já sabe: esses três exercícios são completamente comuns em outras modalidades de yoga.

Mas é no Kundalini que esses exercícios são trabalhados conjuntamente para que a pessoa praticante estabeleça uma conexão com sua própria consciência.

O despertar dentro do Yoga Kundalini

É através dos exercícios citados acima que pessoas praticantes do Yoga Kundalini alcançam o chamado despertar. 

Isso acontece quando a energia concentrada na base da espinha passa pelos sete chakras.

Esse fluxo energético é caracterizado por gerar uma expansão da consciência.

E trata-se de uma experiência relatada como uma completa transformação na vida de quem a vivencia.

Mas é importante saber que alcançar esse estado de expansão de consciência é parte de um processo. E esse processo será diferente para cada praticante de Yoga Kundalini.

Não existe uma média de tempo exata nem uma receita fixa para que você experiencie o despertar. Por isso você deve buscar a prática apenas caso se identifique com seus ensinamentos e objetivos, incluindo a forte relação que ela tem com a espiritualidade.

Ao buscar sobre o despertar especificamente, você também pode encontrar uma grande variedade de relatos sobre a experiência.

Isso acontece porque além de um desenvolvimento particular de cada pessoa, a prática também entrega uma vivência diferente para cada um durante o despertar.

Enquanto algumas pessoas passam por um momento de leveza, forte conexão consigo e com o universo, outras pessoas podem ter sensações negativas intensificadas.

Por isso existem muitas dúvidas sobre a segurança do despertar do Yoga Kundalini.

É importante ressaltar que a figura de uma pessoa qualificada é imprescindível para te guiar ao longo dessa jornada. Principalmente por se tratar de um processo imprevisível. 

Caso você não tenha preparo para o que sua vivência reserva, talvez seja melhor buscar outras modalidades de yoga.

Outras particularidades do Yoga Kundalini 

Se você já experimentou pesquisar o termo “Yoga Kundalini” nas ferramentas de busca, certamente percebeu algumas particularidades no vestuário de quem pratica essa modalidade.

E aqui respondemos duas perguntas específicas que provavelmente passaram pela sua cabeça diante do primeiro contato com esse tipo de yoga.

Por que usar roupas brancas durante o Yoga Kundalini?

Dentro do Yoga Kundalini, acredita-se que o ato de se vestir de branco para a prática traz proteção para a pessoa praticante.

A cor, que representa paz, tranquilidade e pureza, ajuda ainda na atração de energias positivas — o que tem tudo a ver com a modalidade.

Então se você pretende aderir a esse tipo de yoga, tenha em mente este detalhe, além das dicas, já mencionadas aqui, para se vestir para o yoga.

Lembre-se: roupas confortáveis e de livre transpiração são opções garantidas para uma prática tranquila.

Por que se usa turbante para a prática de Yoga Kundalini?

Outra coisa que você pode perceber entre praticantes de Yoga Kundalini é que alguns utilizam acessórios para a cabeça.

Turbantes também na cor branca são comuns dentro da prática.

Além da representação e poder da cor branca, o acessório ajuda a manter concentrada a energia do chakra coronário e o foco mental.

Isso auxilia a alcançar o objetivo de conexão interior e espiritual proposto pelo Yoga Kundalini, o que justifica o incentivo da utilização de peças para a cabeça durante a prática.

Os turbantes e outros acessórios de cabeça, porém, não são mandatórios nem estritamente necessários para o Yoga Kundalini.

Na verdade, pode ser mais comum ver instrutores utilizando essas peças do que praticantes.

Então a escolha de usar ou não esses acessórios é particular e vai da vontade de cada pessoa. 

Yoga Kundalini na prática

Antes de qualquer coisa, lembramos que é imprescindível que você tenha a orientação adequada para a prática de Yoga Kundalini.

Então, sempre busque a ajuda de alguém qualificado para orientar essa — e qualquer outra — prática.

Mas se você tem curiosidade para saber como funciona, de fato, o Yoga Kundalini na prática, o Youtube pode ser uma ótima ferramenta para te ajudar. 

O canal da Daniela Mattos, por exemplo, oferece uma ampla gama de ensinamentos, exemplos e vídeo aulas que podem ser esclarecedores para quem ainda não conhece muito da prática.

A controvérsia em torno do Yoga Kundalini

Pesquisando sobre o Yoga Kundalini, você também deve esbarrar em alguns artigos que abordam controvérsias ligadas à prática.

Isso porque o responsável por disseminar a modalidade no ocidente, Yogi Bhajan, é acusado por diversas pessoas de abuso — que vai do espiritual até o sexual.

Mas é importante lembrar que apesar da conexão do guru com a prática, os ensinamentos do Yoga Kundalini são anteriores à ele e não atuam em concordância com a conduta de Yogi Bhajan.

E sobre isso fica o alerta: caso você se sinta desconfortável com atitudes de instrutores e/ou qualquer pessoa com quem você pratique: não mantenha silêncio.

Sua manifestação contra qualquer tipo de abuso é importante para tornar o ambiente de prática seguro para você e todas as pessoas ao seu redor.


O Yoga Kundalini fez sentido para você? Esse guia serviu para conhecermos um pouco da prática!

Além do Kundalini, já falamos por aqui também das modalidades do Ashtanga, Iyengar e o Restaurativo!


A gente sempre tem coisas legais pra te contar!

  1. Descontos exclusivos para nossa lista de emails.
  2. Enviamos conteúdos informativos.
  3. Novidades sobre nossos produtos e promoções.
  4. Enviamos poucos emails.
  5. Você pode sair da lista a qualquer momento.
  6. Respeitamos sua privacidade: não rastreamos seu email.

Cadastrar

Banner App Arimo
Banner Pinterest Arimo
Banner Instagram Arimo

Utilizamos cookies para o funcionamento de nossa loja online. Também utilizamos cookies de terceiros para personalização de experiências de anúncios nas plataformas deles.