O que é Iyengar Yoga e quais são seus diferenciais?

Saiba o que é o Iyengar Yoga, prática baseada nos ensinamentos de B.K.S Iyengar, conhecida por visar a acessibilidade e alinhamento corporal.


Você sabe o que é Iyengar Yoga? Talvez, quem já tem contato com o universo do yoga, saiba que se trata de uma modalidade baseada nos ensinamentos do guru indiano B.K.S Iyengar.

Mas mesmo essas pessoas podem desconhecer o que isso significa. E por esse motivo, nós, aqui da Arimo, desenvolvemos este texto.

Através dele você poderá conhecer o que de fato é o Iyengar Yoga, o que difere a modalidade das demais e como você pode praticá-la.

Um spoiler que podemos dar é que uma das características definidoras da prática Iyengar é seu objetivo de tornar o yoga acessível.

Isso quer dizer que a modalidade foi desenvolvida justamente para que não houvesse limitações quando se trata de quem pode praticá-la. Não importa se você nunca teve contato com o yoga, se é uma pessoa sedentária ou se até mesmo possui alguma limitação de mobilidade.

Se você decidir pelo Iyengar Yoga, a modalidade e sua comunidade estarão de braços abertos para te acolher, ensinar e evoluir ao seu lado.

E para te introduzir a esse universo, aqui neste artigo te explicaremos melhor sobre os detalhes do Iyengar Yoga. Os itens abaixo são alguns dos tópicos que serão abordados adiante:

  • O que é o Iyengar Yoga?
  • Qual é a diferença entre o Iyengar Yoga e as outras modalidades?
  • as sequências do Iyengar Yoga
  • tempo de permanência nas posturas
  • a utilização de acessórios (props) de yoga
  • o foco no alinhamento corporal
  • A importância de profissionais qualificados no Iyengar Yoga
  • Iyengar Yoga na prática

Vamos lá?

O que é o Iyengar Yoga?

Como o próprio nome sugere, e como já mencionamos anteriormente, o Iyengar Yoga é mais uma entre as diversas modalidades de yoga.

Ela recebe o nome de seu idealizador, o guru indiano B.K.S Iyengar, que, através desta prática e de seus ensinamentos, permitiu que o conhecimento e a realização do yoga se tornassem mais acessíveis e inclusivos.

A modalidade começou a ganhar o mundo na segunda metade dos anos 60, com o lançamento do livro Luz Sobre o Yoga: o Guia Clássico de Yoga, assinado por B.K.S Iyengar.

E desde então, vem se consolidando como uma das práticas mais populares dentro do yoga.

Mas o que faz do Iyengar Yoga tão atrativo? No próximo tópico, te ajudamos a entender esta questão através da diferenciação entre o Iyengar e os demais tipos de yoga.

Qual é a diferença entre o Iyengar Yoga e as outras modalidades?

Em uma resposta rápida, podemos dizer que as principais diferenças entre Iyengar e outras práticas de yoga são:

  1. as sequências do Iyengar Yoga
  2. tempo de permanência nos asanas
  3. a utilização de acessórios (props) de yoga
  4. o foco no alinhamento corporal

E olhando assim, você pode até pensar que essas são características comuns a muitas outras modalidades.

E é verdade. Mas no caso do Iyengar Yoga, esses fatores não atuam de forma independente, e sim de maneira integrada.

Esse conjunto é encontrado em cada movimento e postura realizados dentro da prática.

Ainda parece confuso? Te garantimos que basta você ver uma imagem de alguém praticando Iyengar Yoga, que você já começará a entender melhor.

Perceba que no vídeo acima, a instrutora passa de uma postura a outra sempre de forma muito natural e prática.

Isso porque a sequência é pensada para que as poses sejam conectadas, portanto, de fácil transição.

Não se trata de fluidez no movimento, mas pura técnica, que permite uma maior facilidade de execução para a pessoa que pratica.

Além disso, toda a atividade é orientada pela utilização de acessórios, que ajudam na realização e na permanência dos asanas — de acordo com o alinhamento correto do corpo —.

Já consegue visualizar melhor a integração desses fatores? Agora é o momento de entender por qual motivo esses aspectos tão específicos definem o Iyengar Yoga.

As sequências do Iyengar Yoga

As sequências de asanas são de suma importância para o Iyengar Yoga.

E não é à toa.

As séries empregadas na prática são determinadas de acordo com o efeito de cada uma das posturas sobre o praticante. Por isso a modalidade exige um longo estudo.

De acordo com Marcia Neves Pinto, em artigo publicado no site da Associação Brasileira de Iyengar Yoga (ABIY), os instrutores, por exemplo, precisam ter ao menos três anos de treino no Iyengar antes de iniciar o curso de formação. 

A especialização na modalidade, inclusive, conta com o ensino de anatomia para os futuros professores — além dos aspectos tradicionais, como asanas, pranayamas e meditação.

Tudo isso para que futuramente possam orientar uma prática produtiva, terapêutica e segura para seus alunos.

Quando você une os conhecimentos sobre o corpo humano e sobre os efeitos de asanas e pranayamas nos praticantes, as séries do Iyengar Yoga passam a fazer completo sentido. 

Na prática, você verá ainda que muitas vezes, o ensino e aprendizado das posturas acontecem em um esquema semanal.

Os primeiros sete dias, por exemplo, são voltados para asanas realizados de pé, e semanalmente você vai evoluindo com flexões para frente, para trás, torções, posições invertidas, até que, na última semana, você aprende as poses restaurativas e os pranayamas.

Além deste tipo de sequenciamento, existe ainda a possibilidade de séries desenvolvidas para casos específicos de cada praticante.

E para isso, podem ser considerados aspectos como idade, lesões e condições físicas e de mobilidade.

Tempo de permanência nas posturas

Outra característica que define o Iyengar Yoga é o tempo de permanência nos asanas.

Por não priorizar a fluidez de movimento, e sim a técnica das posturas, o tempo de execução é mais longo.

Além disso, esse tempo pode variar de acordo com o asana em execução e com o praticante. Isso porque, a duração da permanência em uma pose é determinada de acordo com o fluxo de energia interior que a postura envolve.

Daí você também entende a importância que se dá a união dos conhecimentos anatômico e yogui para a realização da prática.

Para quem tem mais experiência no Iyengar Yoga, a permanência pode ser mais fácil, já que a pessoa pode ter maior disciplina, controle corporal e força física.

Já para iniciantes, o prolongamento de um asana pode ser uma tarefa mais complicada, até mesmo por falta de prática.

Mas, independente de você ser um iniciante ou um praticante experiente, o que definitivamente ajuda a manter os asanas são os acessórios — nosso próximo item.

A utilização de acessórios dentro do Iyengar Yoga

Dentro do yoga, os acessórios são sempre uma forma de tornar a prática mais acessível.

Através da utilização deles, você pode dar uma ajudinha para sua própria flexibilidade, e permitir um maior conforto para a realização de algumas posturas.

Para pessoas que tenham algum tipo de condição física — seja mobilidade limitada ou lesão —, esses materiais de apoio chegam a ser até mesmo indispensáveis à prática.

No Iyengar Yoga não é diferente.

Mas além dessa função de auxílio, os acessórios servem ainda a dois propósitos: a permanência no asana e o alinhamento corporal ideal.

No item anterior falamos sobre a importância dos acessórios para conseguir manter uma postura por mais tempo.

Isso acontece não só pelo fato dos props — como são comumente chamados na modalidade  — auxiliarem na flexibilidade e mobilidade do praticante.

Esses materiais de apoio ajudam ainda a tornar as posições menos desconfortáveis, permitindo que você consiga mantê-las por mais tempo.

Além disso, os acessórios podem ser posicionados em pontos chave do seu corpo, para que seu alinhamento seja o ideal. 

Uma característica interessante dessa modalidade é que ela não utiliza apenas os materiais de apoio tradicionais.

Blocos e cintos de yoga são utilizados, como em tantas outros tipos de yoga.

Mas no Iyengar, eles também ganham reforço de cordas e até mesmo de cadeiras, bancos e o que mais for seguro para permitir a realização de determinado asana.

O alinhamento corporal no Iyengar Yoga

Como você já deve ter percebido, as principais características do Iyengar Yoga formam um sistema que não apenas influencia, mas resulta nos demais aspectos.

No caso do alinhamento corporal não é diferente.

Ele não apenas é um dos objetivos da prática, como também define a importância dos acessórios, orienta as sequências e incorpora o tempo de permanência dos asanas.

E se ainda restam dúvidas sobre a necessidade do alinhamento, já adiantamos que este é um fator de grande importância na prática de yoga como um todo, independente da modalidade.

Isso porque, com ele, você consegue destacar a qualidade terapêutica da atividade, e acessar uma consciência interior ao longo do aprendizado e execução das posturas.

O alinhamento auxilia ainda na melhora da postura e da mobilidade.

Desta forma, você pode encontrar menos dificuldade ao realizar algumas práticas de yoga, além de ver efeitos positivos também na sua vida diária, longe do seu tapete.

A importância de profissionais qualificados no Iyengar Yoga

De acordo com o que falamos anteriormente, já dá para deduzir a necessidade de profissionais devidamente qualificados dentro do Iyengar Yoga, certo?

Para praticar esta modalidade, é ainda mais importante que você tenha alguém preparado te orientando. Não só para que os conhecimentos corretos sejam passados — lembra da importância das sequências e noções de anatomia? —, mas também para evitar lesões.

Lembre-se que algumas posturas, como as invertidas, podem ser de execução complexa.

E a utilização de alguns acessórios que, inicialmente parecem seguros, pode reservar surpresas nada positivas.

Por esses motivos, certifique-se de realizar a prática na companhia de alguém com qualificação compatível aos ensinamentos de Iyengar.

Iyengar Yoga na prática

Agora que você já está ciente das noções básicas que envolvem o Iyengar Yoga, vamos à prática?

Separamos aqui alguns vídeos que podem ajudar a visualizar melhor o funcionamento da prática em suas particularidades.

E lembre-se que: é extremamente importante que você tenha orientação para executar essas posturas.

Utthita Trikonasana

Nesta prática, você percebe como uma posição de pé simples pode ser auxiliada pelo uso de acessórios de yoga.

Na postura Utthita Trikonasana você pode não apenas apoiar a mão sobre o bloco, como também seu pé, ressaltando a técnica do asana e o alinhamento proporcionado pelos materiais.

Adho Mukha Svanasana

Para realizar a postura do cachorro olhando para baixo, ou Adho Mukha Svanasana, os blocos ganham o reforço das cordas.

Veja que também em uma postura de flexão para frente, novamente, a utilização dos materiais de apoio ressalta o alinhamento corporal.

Através deles, você pode realizar e manter a postura de uma forma que poderia não conseguir apenas com sua força e resistência.

Ardha Halasana

Nesta realização da Ardha Halasana, o praticante deixa o bloco de lado, mas incorpora o uso de três acessórios.

O tapete ganha altura com as mantas, que permitem também maior segurança para a saúde da coluna.

Já os braços ficam limitados ao espaço permitido pelo cinto, funcionando como um orientador do alinhamento nesta região.

Também focando no alinhamento, entra o uso da cadeira, que é muito comum no Iyengar Yoga, e permite um conforto maior para a permanência na postura.


O texto alinhou suas dúvidas com as nossas respostas sobre o Iyengar Yoga? Esperamos que sim, e que, se você tem interesse pela modalidade, permita-se iniciar nessa atividade transformadora.

Para conhecer outras modalidades de yoga, confira a área dedicada a esta atividade aqui no blog.


A gente sempre tem coisas legais pra te contar!

  1. Descontos exclusivos para nossa lista de emails.
  2. Enviamos conteúdos informativos.
  3. Novidades sobre nossos produtos e promoções.
  4. Enviamos poucos emails.
  5. Você pode sair da lista a qualquer momento.
  6. Respeitamos sua privacidade: não rastreamos seu email.

Cadastrar

Utilizamos cookies para o funcionamento de nossa loja online. Também utilizamos cookies de terceiros para personalização de experiências de anúncios nas plataformas deles.