Como se manter mais calmo durante a quarentena

Com a pandemia causada pelo novo Coronavírus e com tantas notícias – e nem sempre tão boas – é absolutamente normal nos sentirmos mais ansiosos, mas manter a saúde mental em dia é uma ótima saída para os dias que estão por vir

Calma. É preciso ter calma.

É preciso respirar duas vezes antes de fazer com que as pequenas coisas do cotidiano saiam rapidamente do controle, seja dentro das nossas casas, seja em nosso trabalho.

Nessas horas é fundamental ter uma dose a mais de autocontrole e, mais do que isso, encontrar momentos em que possamos relaxar um bocado.

A grande questão é: como descansar e como relaxar em meio a tantas coisas acontecendo?

Não tem receita, mas algumas dicas podem te ajudar a enfrentar esses momentos mais difíceis, mesmo em meio a tantos momentos de tensão.

Vem ver algumas dicas importantes para ter mais saúde mental, mais saúde física e mais serenidade para enfrentar essa quarentena!

1 – Aprenda a respirar

Normalize a sua respiração seguindo a imagem. Infle seus pulmões conforme as figuras geométricas se expandem e esvazie seus pulmões conforme elas diminuem. Respeite o tempo de pausa entre cada respiração.

Reassumir o controle da respiração é o primeiro passo para não ceder em momentos de grande estresse.

Algumas respirações controladas, com mais consciência e foco total na mecânica da respiração já consegue, de forma simples, fazer com que recuperemos a tranquilidade para lidar com, até mesmo, as questões mais difíceis.

Isso porque é no momento da respiração que oxigenamos não só o nosso corpo, mas damos um fôlego a mais também para as nossas ideias.

Assim, rapidamente, conseguimos não perder o controle, mesmo nos piores momentos.

2 – Faça coisas diferentes e saia da sua rotina

Não é uma ótima hora para aprender a fazer as comidinhas que você mais gosta?

Você, de repente, se viu trabalhando em casa e precisa dar um jeito de manter uma rotina de trabalho, ainda que sejam o momento e o ambiente completamente diferente dos habituais.

Como, então, conseguir manter a atenção, o foco e a concentração diante de tantas interferências?

A resposta é simples: faça, também, coisas diferentes daquelas que você já faz todos os dias.

Aproveite para ver uma série à noite, ou use o tempo livre para aprender coisas novas, seja em conjunto com sua família ou em plataformas de cursos online que abriram seus logins durante a quarentena.

Tente também fazer atividades em conjunto com seus familiares, seja tirando o pó dos antigos jogos de tabuleiro ou mesmo retomando brincadeiras antigas, como jogo da velha, pontinhos, três marias ou adedanha.

O negócio, independente do que você escolher fazer, é sempre impor um limite ao tempo de trabalho que, quando estamos em casa, tende a ficar mais difícil de regular.

Assim, não deixe de fazer seu trabalho do dia a dia, mas não deixe, também, de cuidar da sua saúde mental. Desligue, descanse e reserve um tempo para você e para a sua família.

É justamente o equilíbrio entre a produtividade, descanso e lazer – mesmo dentro de casa o tempo todo – que vão fazer a diferença nesse momento que estamos enfrentando.

3 – Pratique exercícios físicos

Praticar exercícios físicos é essencial para que tenhamos uma mente mais saudável.

Durante a prática de atividade física liberamos serotonina e adrenalina, que são responsáveis por grande sensação de bem estar.

Para pessoas que já estão se sentindo mais abatidas pelos efeitos do isolamento social, fazer exercícios aeróbicos é pra lá de interessante.

Isso porque, quando fazemos exercícios como pular corda, dançar e até mesmo subir e descer escadas, nosso corpo produz monoaminas cerebrais, que são responsáveis pelo combate ao cortisol.

O cortisol, por sua vez, é um tipo de hormônio que nos induz à depressão e que é produzido pelo nosso corpo em períodos de estresse.

Assim, durante a quarentena uma ótima ideia é aproveitar para fazer exercícios físicos, sejam eles quais forem.

Para aqueles considerados de grupos de risco, a atividade física é ainda mais importante, pois eleva a sensação de conforto enquanto ajuda também a aumentar a imunidade.

Então que tal reunir a família e todos juntos fazerem uma sessão de alongamentos ou até mesmo de exercícios funcionais adaptados para cada faixa etária em seu nível de dificuldade?

Dessa forma, toda a família consegue, unida, aproveitar o tempo, cuidar da saúde e, mais do que isso, se proteger.

4 – Fique em casa

Nós sabemos que isso deve ser uma das coisas que mais ouvimos nos últimos dias, mas há uma razão para isso.

Ficar em casa é uma das formas mais eficazes de reduzir o contágio pelo novo Coronavírus, visto que em nossos lares estamos em um ambiente mais controlado.

No entanto, vale sempre a recomendação: não basta, apenas, estar em casa. É essencial que lavemos as mãos, que limpemos todas as compras que chegam do ambiente externo e cuidemos também da higiene dos nossos lares.

Com essas medidas é certo que conseguiremos evitar o pico de contágio pelo novo Coronavírus e consigamos, assim, garantir que pessoas que precisarem de atendimento médico possam contar com hospitais prontos para recebê-las.

Somente juntos, unidos e persistentes conseguiremos, de fato, impedir que nosso país sofra com os efeitos do contágio pelo novo Coronavírus.


A gente sempre tem coisas legais pra te contar!

  1. Receba um cupom de 5% de desconto ao se cadastrar.
  2. Enviamos conteúdos informativos.
  3. Novidades sobre nossos produtos e promoções.
  4. Enviamos poucos emails.
  5. Você pode sair da lista a qualquer momento.
  6. Respeitamos sua privacidade: não rastreamos seu email.

Receber

Utilizamos cookies para o funcionamento de nossa loja online. Também utilizamos cookies de terceiros para personalização de experiências de anúncios nas plataformas deles.